Documentos para Entrar Com a Revisão da Vida Toda

Documentos para Dar Entrar na Revisão da Vida Toda

Quais Documentos para Entrar com a Revisão da Vida Toda é uma dúvida bastante comum entre os nossos leitores.

Afinal, muitos estão procurando a Revisão da Vida Toda, desde a aprovação dela pelo STF em dezembro de 2022 os segurados garantiram uma vitória e a possibilidade de aumentar a aposentadoria.

Em resumo, a Revisão da Vida Toda serve para acrescentar os salários anteriores a 07/1994 quando estes aumentarem a aposentadoria, mas sobre isso já fizemos um artigo no blog detalhado basta clicar aqui.

O assunto de hoje é sobre os documentos necessários para entrar com a Revisão da Vida Toda e eles são fundamentais para você saber se pode ter direito a essa revisão e qual o real valor. 

Se preferir, clique abaixo e fale com um Advogado Especialista em casos de Benefícios do INSS em tempo real.

Sumário

Documentos necessários para dar entrada na Revisão da Vida Toda

Basicamente, a Revisão da Vida Toda é uma revisão focada em documentação.

Em termos simples, isso quer dizer que um simples erro aqui pode te causar uma aposentadoria inferior.

Por isso, o primeiro passo é a documentação para analisar se você pode ter direito à Revisão da Vida Toda.

Isso pelo fato de que essa Revisão busca incluir toda a sua vida de trabalho e isso não é pouca coisa, então imagine um segurado que iniciou os seus trabalhos em 1970 e se aposentou em 2015? 

Estamos falando de cerca de 45 anos com uma grande documentação, portanto, isso deve ser apresentado ao especialista para analisar se você pode ter direito.

Sendo assim, é importante escolher um Advogado Previdenciário que entenda sobre essa Revisão de Aposentadoria para não ter erros.

Precisa contratar um Advogado Especialista Online já fizemos um passo a passo, basta clicar aqui

Dito isso, vamos aos documentos necessários:

CNIS

O CNIS, que quer dizer Cadastro Nacional de Informações Sociais, é o documento mais importante para a Revisão da Vida Toda.

Dentro do CNIS tem boa parte da sua vida, empresas que você trabalhou e salários recebidos nesses empregos.

Por isso, ele é o documento base do INSS e que foi usado para conceder a sua aposentadoria bem como será usado para analisar a possibilidade da Revisão da Vida Toda pelo advogado.

Veja como é um CNIS:

Documentos para Dar Entrar na Revisão da Vida Toda

Ocorre que, mesmo que o CNIS possua toda a sua vida de trabalho ali registrada, o documento não possui os salários anteriores a 01/1982, veja:

Isso quer dizer que, caso você tenha iniciado a sua vida de trabalho antes de 01/1982 os valores ali recolhidos não vão estar no CNIS e caso os valores não sejam comprovados eles vão ser considerados como salário mínimo.

Isso pode trazer um prejuízo enorme, mas fique tranquilo, existem outros documentos que podem ajudar a comprovar os salários que não estão no CNIS e assim analisar a Revisão da Vida Toda nos mínimos detalhes.

Documentos que servem como Prova dos períodos anteriores a 01/1982.

Seus salários recolhidos para o INSS anteriores a 01/1982 não estão no CNIS, assim, você deve provar eles, veja o que serve como prova:

Extrato detalhado do FGTS:

Para os períodos anteriores a 01/1982 o FGTS não era recolhido diretamente na CAIXA ECONÔMICA FEDERAL – CEF, portanto, pode estar em outro banco.

Uma dica é o banco que a empresa trabalhada naquela época depositava o seu salário.

Carteira de Trabalho com anotações e alterações salariais da época

Naquela época, como o salário mudava frequentemente a Carteira de Trabalho em suas últimas folhas possui as alterações dos salários mês a mês. 

Documentos para Dar Entrar na Revisão da Vida Toda

Contra-Cheque e Holerites

Os contracheques das empresas servem como prova também dos salários que não estão no CNIS

Ficha Financeira (pega na empresa)

Este documento é um histórico do momento que você esteve na empresa registrado e lá tem todos os seus salários

RAIS (pega no MINISTÉRIO DO TRABALHO)

RAIS que quer dizer Relação Anual de Informações Sociais é um documento que as empresas enviam para o Ministério do Trabalho todos os anos e lá tem os salários.

Para pegar basta ir ao Ministério do Trabalho

A importância da Documentação na Revisão da Vida Toda

A documentação é o passo fundamental e decisivo para entrar com o Processo de Revisão da Vida Toda, isso pelo fato de que os documentos são a principal forma de comprovar os salários de contribuição anteriores a 07/1994.

Principalmente no caso dos salários anteriores a 01/1982 que, via de regra, não estão no CNIS a consequência disso e o maior problema que pode acontecer caso você não prove esses salários dentro do processo de Revisão da Vida Toda:

O que está dentro do CNIS vai ser considerado como verdade e o período que não possuir os salários vai ser considerado como salário mínimo: A Revisão da Vida Toda como considera toda a sua vida de trabalho tudo que estiver no CNIS vai ser considerado pelo Juiz ao dar o ganho de causa.

Isso quer dizer que, caso tenha algum período no CNIS que tenha o período, mas não o salário que foi naquele período, vai ser considerado salário mínimo.

Por isso procure um Advogado Especialista em Direito Previdenciário para analisar se você tem direito a Revisão da Vida Toda e te auxiliar na documentação.

Compartilhe o conteúdo:

WhatsApp

Leia Também

BPC/LOAS Idoso

O Benefício de Prestação Continuada (BPC/LOAS) é um benefício de 1 salário mínimo mensal destinado a dois grupos específicos: pessoas com deficiência e idosos.  Neste

Leia mais »