CNIS Errado? Veja como corrigir 

CNIS Errado? Veja como corrigir 

Se você foi surpreendido com o seu CNIS errado saiba que você está no lugar certo! Aqui você vai aprender o que fazer caso o seu CNIS esteja errado e como corrigir!

Aqui você vai ficar por dentro:

  • O que é o CNIS;
  • A sua importância para a sua aposentadoria;
  • Como você pode acessá-lo;
  • Como corrigir eventuais erros que possam prejudicar seu futuro benefício junto ao INSS;

Seja por vínculos empregatícios não registrados, contribuições previdenciárias ausentes, ou dados pessoais desatualizados, entender e corrigir seu CNIS é um passo crucial para garantir sua aposentadoria.

O que é CNIS e por que ele é importante para sua aposentadoria?

O Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) é uma base de dados gerida pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que registra todas as informações relacionadas à vida laboral dos trabalhadores brasileiros, incluindo dados sobre empregadores, períodos de trabalho, salários de contribuição e dados cadastrais dos segurados. 

Este documento é fundamental para o cálculo de benefícios, como aposentadorias, auxílio-doença e pensões, pois é a partir dessas informações que o INSS avalia os direitos de cada cidadão.

Um CNIS errado pode resultar em:

  • Atrasos;
  • Diminuição;
  • Até a negação de benefícios previdenciários junto ao INSS. 

Por isso, é importante que as informações contidas neste registro estejam corretas e atualizadas. 

Como acessar o seu CNIS online?

A boa notícia é que o acesso ao seu CNIS pode ser feito facilmente online, através do portal Meu INSS ou do aplicativo para smartphones. 

Para isso, siga estes passos simples:

  • Acesse o portal Meu INSS ou baixe o aplicativo disponível para Android e iOS.
  •  Realize o login com o seu CPF e senha. 
  • Caso não tenha cadastro, você pode criar um seguindo as instruções no próprio site ou aplicativo. 
  • Uma vez logado, procure pela opção “Extrato Previdenciário (CNIS)” no menu de serviços. 
  • Aqui, você poderá visualizar todas as informações relacionadas à sua vida laboral e contribuições previdenciárias.

Fiz um vídeo te ensinando a pegar o CNIS sem sair de casa, veja:

Erros no CNIS: como identificar

O CNIS é o espelho da sua vida de trabalho perante o INSS. 

No entanto, não é raro encontrar desencontros nas informações que podem comprometer desde a concessão até o valor dos benefícios previdenciários. 

Veja os erros mais comuns que podem estar escondidos no seu CNIS:

1º Erro: Vínculos empregatícios ausentes ou incorretos

Um dos problemas mais frequentes é a ausência de vínculos empregatícios ou informações incorretas sobre eles. 

Seja:

  • Uma data de entrada ou saída não condizente com a realidade; 
  • Até mesmo um emprego inteiro que não consta no seu cadastro;
  • Períodos pagos no carnê que não constam no CNIS;

Esses erros podem reduzir o tempo de contribuição reconhecido, afetando diretamente o direito ao benefício e o cálculo da sua aposentadoria.

2º Erro: Contribuições previdenciárias não registradas

Outra questão relevante é a falta de registro de contribuições previdenciárias, ou seja nos recolhimentos. 

Isso pode acontecer por diversos motivos, como falhas no repasse das informações pelo empregador ao INSS ou mesmo erros no processamento desses dados. 

Contribuições não registradas significam menos créditos no seu histórico previdenciário, podendo diminuir o valor do seu benefício ou mesmo atrasar a conquista da tão esperada aposentadoria.

3º Erro: Dados pessoais desatualizados

Informações pessoais desatualizadas, como:

  • Endereços;
  • Nomes após casamento ou divórcio;
  • Nome da mãe;
  • Data de Nascimento
  • Nit
  • E outros dados cadastrais

Podem parecer detalhes pequenos, mas possuem um grande impacto. 

Essas discrepâncias podem dificultar a comunicação entre você e o INSS, atrasando processos ou até mesmo resultando na perda de notificações importantes sobre seu benefício.

4º Existência de indicadores

Por fim, a presença de indicadores no seu CNIS, tais como PREC, PEXT, ou outros códigos, sinaliza a existência de pendências ou inconsistências que precisam ser resolvidas.

Esses indicadores podem apontar desde a necessidade de complementação de contribuições até a correção de vínculos empregatícios. 

Eles são alertas importantes que requerem sua atenção imediata para assegurar que seus direitos previdenciários não sejam afetados.

Mas sobre os indicadores, fique atento!

Sobre isso, eu já fiz um artigo completo sobre como funcionam os indicadores no CNIS, basta clicar aqui e ficar por dentro do assunto.

Por que seu CNIS pode estar errado? Análise das causas mais frequentes

Diversos fatores contribuem para que erros no CNIS ocorram, e compreendê-los é o primeiro passo para evitar surpresas desagradáveis. 

Alguns dos motivos mais comuns incluem:

  • Falhas no repasse de informações: Seja por parte do empregador que não informa corretamente os vínculos e contribuições ao INSS, seja por erros no sistema que não registra devidamente as informações enviadas. 
  • Erros de digitação ou processamento: Pequenos equívocos podem gerar grandes problemas, como a inserção incorreta de datas, valores, ou mesmo de nomes. 
  • Desatualização de dados pessoais: Mudanças na vida pessoal que não são comunicadas ao INSS podem levar a inconsistências que impactam diretamente a análise de seu perfil previdenciário.

Passo a Passo para Corrigir seu CNIS

A correção do CNIS não precisa ser um processo intimidador. 

Com a documentação certa e um pouco de paciência, você pode garantir que seu CNIS esteja atualizado e correto. 

Aqui está um guia passo a passo para ajudá-lo:

  1. Organize sua documentação
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); 
  • Comprovantes de pagamento das contribuições previdenciárias (guias de recolhimento); 
  • Documentos pessoais (RG, CPF, comprovante de residência); 
  • Qualquer outro documento que comprove vínculo empregatício e remunerações.
  1. Corrigindo erros online através do Meu INSS
  • Acesse o portal ou aplicativo Meu INSS e faça login. 
  • Na seção “Agendamentos/Serviços”;
  • Procure por “Atualização de vínculo empregatício”. 
  • Anexe os documentos que comprovem o vínculo empregatício correto, como a CTPS, contratos de trabalho, entre outros.

Ah, eu fiz um vídeo ensinando você a corrigir o CNIS sem sair de casa:

Quando procurar ajuda de um advogado para corrigir o CNIS?

Embora muitas correções possam ser feitas individualmente através do portal Meu INSS, algumas situações podem exigir a intervenção de um advogado especialista em direito previdenciário

Se você se deparar com complexidades legais, divergências que não consegue resolver sozinho, ou se simplesmente preferir garantir que tudo seja feito de forma correta, procurar um advogado especializado em aposentadoria e benefícios pode ser a melhor escolha. 

Um advogado especialista pode oferecer a orientação e o suporte necessários para garantir que seus direitos sejam assegurados, facilitando todo o processo de correção do CNIS.

História do João, Eletricista

João, 58 anos, eletricista por profissão, precisou planejar a sua aposentadoria e percebeu que dois anos de contribuição não constavam no seu CNIS, o que fez com o seu benefício fosse negado. 

Após reunir seus holerites e comprovantes de contribuição, ele procurou o nosso escritório, Robson Gonçalves Advogados.

Em poucas semanas, recebeu a confirmação de que seu registro estava atualizado, o que lhe permitiu planejar sua aposentadoria com mais precisão e tranquilidade.

História da Maria, a Empreendedora

Maria, 45 anos, dona de uma pequena padaria, descobriu que seu CNIS apresentava divergências nos valores de contribuição. 

Com a ajuda do nosso escritório, Robson Gonçalves Advogados, os dados foram corrigidos junto ao INSS.

A correção resultou em um aumento no valor estimado de sua futura aposentadoria, além de garantir que todos os seus anos de trabalho duro fossem devidamente reconhecidos.

CNIS errado pode atrasar minha aposentadoria?

Sim, um CNIS errado pode, de fato, atrasar o processo de aposentadoria. 

Ou pior, te conceder um benefício errado, com valores inferiores ao que você realmente tem direito.

Se o CNIS não refletir com precisão seus vínculos empregatícios e contribuições previdenciárias, o INSS pode não conseguir validar seu tempo de contribuição corretamente, resultando em atrasos na concessão da aposentadoria. 

Por isso, é crucial verificar e corrigir qualquer erro no CNIS o quanto antes para evitar complicações no momento de solicitar sua aposentadoria.

Como a correção do CNIS afeta o cálculo da sua aposentadoria?

A correção do CNIS pode ter um impacto significativo no cálculo da sua aposentadoria. 

O INSS utiliza as informações contidas no CNIS para determinar seu tempo de contribuição, calcular o salário de benefício e, por fim, o valor da aposentadoria

Corrigir erros no CNIS, como incluir períodos de trabalho não registrados ou corrigir contribuições previdenciárias, pode aumentar seu tempo de contribuição e, potencialmente, elevar o valor da sua aposentadoria. 

Essa correção assegura que todas as suas contribuições sejam devidamente consideradas, refletindo diretamente em benefícios mais justos e adequados ao seu histórico de trabalho.

Como manter o CNIS sempre atualizado?

Manter seu CNIS atualizado e livre de erros é crucial para garantir seus direitos previdenciários. 

Aqui estão algumas dicas práticas que podem ajudá-lo a manter seu CNIS sempre em dia.

Conferir sempre o CNIS: Como e por quê?

O monitoramento contínuo do CNIS é mais simples do que parece. 

Utilize o portal ou aplicativo Meu INSS para acessar seu extrato previdenciário regularmente. 

Essa verificação pode ser feita pelo menos uma vez ao ano, ou sempre que houver mudança em sua situação empregatícia ou contribuições.

Esta prática assegura que todas as suas contribuições e vínculos de trabalho estejam corretamente registrados. 

Detectar erros mais rápido facilita a correção e evita surpresas desagradáveis na hora de requerer benefícios previdenciários, seja um auxílio doença ou aposentadoria. 

Além disso, manter-se informado sobre sua situação previdenciária permite planejar melhor sua aposentadoria.

Importância de manter documentos trabalhistas e previdenciários organizados

Ter um arquivo organizado de documentos é fundamental. 

Este deve incluir: 

  • Carteiras de trabalho (CTPS); 
  • Comprovantes de contribuição para o INSS (guias de recolhimento, holerites); 
  • Contratos de trabalho e rescisões; 
  • Documentos de identificação pessoal;
  • Se levou alguma empresa na justiça trabalhista, tenha os documentos do processo.

Conclusão

Erros no CNIS podem impactar negativamente o cálculo de seus benefícios, mas, como visto, são totalmente corrigíveis. 

A iniciativa de verificar seu CNIS, armazenar de forma organizada a documentação relevante e buscar correções quando necessário, são passos importantes para garantir uma aposentadoria tranquila e justa. 

Portanto, você deve ter uma postura de sempre procurar saber como anda o seu histórico previdenciário.

As ferramentas estão ao seu alcance, e o impacto de manter seu CNIS correto é imenso, não apenas para você, mas também para sua família. 

Garanta que seus anos de trabalho sejam reconhecidos e que seu futuro previdenciário reflita adequadamente sua dedicação e contribuição. 

Caso se sinta confortável, nós do Robson Gonçalves Advogados contamos com especialistas em planejamento previdenciário, basta clicar no botão abaixo e falar com a gente!

Vamos ficando por aqui e até o próximo artigo.

Compartilhe com um amigo que esteja precisando corrigir o CNIS.

Até logo!

Compartilhe o conteúdo:

WhatsApp

Siga nosso perfil nas redes sociais

Leia Também

× Precisa de Ajuda?👨🏽‍⚖️